Treinamento como é o seu?

Treinamento para ciclistas por Gabriel Salgado (Cycleteam)

É muito comum que os atletas se sintam ansiosos em semanas próximas a um grande evento, principalmente em uma maratona onde os atletas sabem que seus corpos e cabeça serão testados. Muitos se preparam treinando corretamente, outros se preparam baseando na vontade e ainda temos os que se preparam aleatoriamente.

É normal para uma ultra todos esses tipos de situações.”

A preparação para uma maratona, que todos sabem, é uma prova dura, tem de ser a médio/longo prazo, é impossível um atleta que não se preparou completar a prova, e nesse tipo de prova, apenas vontade na maioria das vezes não faz o atleta cruzar a linha de chegada, a preparação tem vários fatores importantes como preparação física, preparação psicológica, manutenção do equipamento em dia (esse aspecto ainda envolve que o atleta precisa saber consertar seu equipamento caso aconteça algo, ter no mínimo conhecimento básico de como funciona cada peça da bike pra poder solucionar os problemas pra não depender de outro atleta em caso de uma eventualidade que acontece com todos, é preciso ser auto suficiente, e em últimos casos, pelo menos ter o equipamento para que apareça alguém para ajudar, mas o ideal não é contar com isso), logística antes, durante e depois da prova ( viagem, hospedagem, alimentação, alimentação na prova, o que deixar no ponto de apoio quando tiver) para que ocorra o mínimo de erros possíveis.

Como treinador e atleta, eu sugiro que antes de encarar um grande desafio, o atleta se preocupe principalmente com dois desses fatores citados acima dessa forma:

  • Preparação física: comece a treinar antes, procure ajuda de um profissional, caso não seja financeiramente viável, procure ajuda com pessoas experientes para conseguir ter pelo menos um norte a seguir, acredito que não é coerente o atleta começar a treinar 2 meses antes de uma prova que exija tanto.
  • Preparação psicológica: essa tem que ser tão importante quanto a preparação física, o atleta deve saber que TODOS irão passar por dificuldades, uma ultra não é fácil pra ninguém, todos sofrem, mas alguns sabem e suportam sofrer, e esses sempre levam vantagem. Recomendo que façam estratégias de esforço, de alimentação durante a prova pra tentar sofrer o mínimo possível.

O atleta deve entender que esta em uma prova desgastante para o físico e o equipamento, e imprevistos acontecem, precisa ter a cabeça no lugar pra resolver qualquer situação e evitar qualquer tipo de estress que não seja apenas o físico durante a prova;

Estamos vendo crescer cada vez mais o número de provas com formatos de longa duração, como as maratonas e ultramaratonas. Sabemos que nessas provas os atletas irão pedalar por longas horas, resistindo a todo tipo de situação e obstáculos como calor, frio, vento, duras escaladas e descidas técnicas, por exemplo.

Para ter sucesso é imprescindível complementar a preparação geral e treinamento específico com a participação em algumas provas menores, para desenvolver boas intensidades e chegar confiante para o grande desafio.

Claro que a preparação envolve uma “gama de complexidades”,  já que além de existirem atletas com todo tipo de experiências e biotipos (velocista, sprinter, passista, escalador) também existem provas com características bem distintas. Além disso, as estratégias muitas vezes variam conforme os objetivos individuais naquela prova, que podem ser traçados previamente e/ou no decorrer da mesma.

Mas existem regras básicas na preparação dos atletas e da estratégia das provas longas, como periodização, sobrecargas e supercompensação no treinamento.

  • Periodização – “A importância de seguir uma periodização é a mesma importância de se alimentar bem, de ter disciplina pra treinar e buscar um objetivo, periodizar é sistematizar o treinamento de forma planejada para que cada fase de treino seja o máximo possível aproveitada”, periodizar significa planejar. Com a periodização o atleta entende a diferença entre treinar e andar de bike; periodizar uma temporada para um atleta é igual construir uma casa, primeiro vem a fundação e depois a estrutura para enfim colocar o telhado, nesse caso o telhado é o pico de performance; Com a periodização o atleta entende a diferença entre treinar e andar de bike;
  • Sobrecarga– como o nome diz, é dar uma carga a mais que o atleta vinha acostumado, sair da zona de conforto, claro, respeitando a individualidade e principalmente respeitando o momento certo de dar sobrecarga;
  • Supercompensação – é o momento certo de dar o descanso para que o corpo gere as adaptações necessárias para o bom desenvolvimento, é no descanso que o corpo consegue ter seus melhores ganhos, logo é importantíssimo que se tenha um bom balanço entre estress de treino e recuperação, diferente de que muitos pensam que o cara fica bom se treinar todos os dias.

Para conseguir melhora na performance é necessário acumular treinos mais exigentes ao longo das semanas, meses e ciclos. Porém não é somente o aumento do volume de tempo e de quilometragem dos treinos que vão garantir maiores exigências ou cargas (essas dependem do balanço entre volume x intensidade). Sendo assim é importante que seja trabalhado progressivamente as intensidades específicas como escaladas, acelerações e outros estímulos, juntamente ao volume.

Para que nosso corpo se adapte aos treinos, sem riscos de baixas imunológicas e reduções acentuadas das intensidades, garantindo as sobrecargas gradativas, os treinos devem ser programados em ciclos, que consistem em acumular 3-4 semanas com sobrecargas, seguidas de semanas “recuperativas”, quando acontecem maiores recuperações, supercompensações. Então, se tratando de “preparação e recuperação” a ideia é gradativamente acumular treinos mais exigentes/maiores cargas (volume x intensidade), alternando com descansos (semanas reduzidas), mas que ainda permita um “saldo positivo” nas cargas crônicas, pois se descansamos tudo que treinamos ou mais do que treinamos, acabamos “estagnando” o treinamento.

É assim que conseguimos fazer os atletas CYCLETEAM treinarem sempre da forma correta. Acompanhando os números de cada treino todos os dias, garantimos um progresso na resistência e intensidade, melhorando e acelerando as recuperações, aumentando as reservas de energia para que eles consigam suportar as longas horas e dias de provas.

Esperamos que possamos estar ajudando com estas dicas a melhorar os seus treinos, desde já sinta-se convidado a fazer parte do time Cycleteam, venha treinar conosco – Gabriel Salgado.

Caso tenha duvidas ou curiosidades deixe seu comentário, para que possamos trazer ainda mais conteúdo e dicas importantes para sua preparação.

Gabriel Salgado

(54) 8112 – 2099

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Close Menu